LF Ambiental - Dragagem, Impermeabilização

Tratamento de lodo, lama e sedimento

A remoção por meio de dragagem de lagoas demanda um tratamento eficiente do lodo, lama e sedimentos que seja viável técnicamente e ambientalmente correto. Dentre as opções de tratamento de lodo, lama e sedimento após a remoção por dragagem, destacam-se a desidratação por centrifugação e acondicionamento em “bag” ou tubo geotêxtil, que promovem tanto o adensamento quanto o desaguamento do lodo, da lama e do sedimento.

Métodos de tratamento de lodo, lama e sedimento

Além do tratamento de lodo, lama e sedimento por decânter centrífugo ou tubo geotêxtil, existem outros métodos de tratamento e desidratação, como filtro-prensa, adensador de esteira (belt-press) e leitos de secagem. Após o tratamento do lodo, lama e sedimento, o material deverá sofrer uma redução na quantidade de água e aumento do teor de sólidos, viabilizando assim o transporte para aterro sanitário ou sua correta destinação. E estão divididos pelos objetivos a serem alcançados em grupos, como adensamento, estabilização, desaguamento, secagem térmica e incineração:

Processo do tratamento do material por objetivo

Processo
Tipo
Objetivo
Adensamento
  • Por gravidade
  • Flotação
  • Centrifugação
  • Tubo geotêxtil
Redução de volume
Redução de volume
Redução de volume
Redução de volume
Estabilização
  • Digestão anaeróbia
  • Digestão aeróbia
  • Estabiliação química
  • Tratamento térmico
Estabilização, redução de sólidos
Estabilização, redução de sólidos
Estabilização
Estabilização
Desaguamento
  • Filtro prensa
  • Prensa desaguadora
  • Centrífuga
  • Tubo geotêxtil
  • Leito de secagem
  • Lagoas de lodo
Redução de volume
Redução de volume
Redução de volume
Redução de volume
Redução de volume
Armazenamento, redução de volume
Redução térmica
  • Incineração
  • Co-incineração
  • Oxidação úmida
Estabilização, redução de volume, recuperação de energia
Estabilização, redução de volume
Estabilização, redução de volume

Eficiência da dragagem e tratamento do material

A eficiência do tratamento de lodo, lama e sedimento está relacionada a vários fatores como característica do material, uso de produtos químicos, tecnologia empregada, teor de sólidos do lodo, lama ou sedimento a desaguar, fatores climáticos, custo, metodologia de dragagem, exigências de órgãos ambientais, duração do projeto, dentre outros. 

A seleção de um sistema apropriado de remoção por dragagem de lagoas de estação de tratamento, ETEs, ETAs e lagos, dragagem de rios e canais, bem como o tratamento de lodo, lama e sedimento é específica para cada projeto e requer uma análise profunda.

Veja também:

Receba nossas notícias

Copyright © 2019 LF Ambiental. All Rights Reserved.
Telefone: +55 (11) 4522-6001